Buscar
  • NOVA ROTA SEGUROS

Teleorientação aumenta durante isolamento social

O teste rápido para detecção da Covid-19 passou a ser um dos exames mais procurados pelos beneficiários de planos de saúde, mas havia muitas dúvidas sobre a realização do procedimento. Tanto é que nos primeiros dois meses da pandemia, tivemos um aumento em torno de 110% no serviço de teleorientação prestado pela Nova Rota Seguros aos beneficiários de nossos clientes empresariais. Os números de certa forma são surpreendentes, mas estávamos preparados para a demanda porque temos suporte para os nossos clientes 24 horas por dia, sete dias por semana.

Costumamos dizer que mais importante que ter um plano de saúde é saber como usá-lo. E, notamos que muitos beneficiários não sabem à risca o que contempla a apólice do plano ou seguro saúde contratado – o que pode gerar sobrecarga na equipe de RH quando a corretora contratada não faz o acompanhamento e gerenciamento dos contratos no dia a dia da operação do contrato – um de nossos diferenciais.


A nossa central de comunicação é exclusiva e gratuita para orientar os colaboradores dos nossos clientes, buscando promover uma utilização mais eficiente do benefício contratado, para um acompanhamento humanizado, com respostas rápidas e promoção de soluções independentemente do porte da empresa. Sim, os planos de saúde já têm cobertura obrigatória para consultas, internações, terapias e exames que podem ser empregados no diagnóstico e tratamento de problemas causados pelo Coronavírus (Covid-19). Quem afirma é a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). O que a Agência esclarece e nós destacamos é a importância do consumidor estar atento à segmentação assistencial de seu plano - o ambulatorial dá direito a consultas, exames e terapias; o hospitalar dá direito a internação e o plano com segmentação ambulatorial hospitalar com obstetrícia, dá cobertura total ao beneficiário.

No caso específico do teste para Covid-19, o exame é coberto tanto para a segmentação ambulatorial quanto para a hospitalar - desde que haja indicação médica, de acordo com as determinações da ANS. Por isso, antes do beneficiário se dirigir a hospitais, clínicas ou outras unidades de saúde é importante que ele consulte sua operadora de plano de saúde para obter mais esclarecimentos sobre o diagnóstico e o tratamento da doença.


De acordo com a ANS, entre os meses de março e julho foram registrados junto ao órgão 12.975 pedidos de informações e 9.255 reclamações relacionadas apenas ao novo coronavírus. Do total de reclamações, cerca de 55% dizem respeito a dificuldades relativas à realização de exames e tratamento; 30% se referem a outras assistências afetadas pela pandemia; e 15% são reclamações sobre temas não assistenciais (contratos e regulamentos) em todo o país, considerando todos os usuários de planos de saúde.


Acreditamos que a informação correta e precisa pode reduzir tantos o número de reclamações quanto outros problemas decorrentes da falta de comunicação. Como já dizia sabiamente José Abelardo Barbosa, nosso querido Chacrinha (1917-1988), “Quem não se comunica, se trumbica!”.

Nova Rota Seguros Empresariais – Sempre ao seu lado.

7 visualizações